04 de Maio de 2012   ——    405 visualizações

Maio pode ser vermelho

PT/DF aprova realização de uma série de atividades com o objetivo de mobilizar a militância perante o quadro político atual e a situação defrontada pelo Governo do Distrito Federal. Programação começa neste sábado (5), às 9h, no Espaço Cultural H2O, no Recanto das Emas.

     A direção do PARTIDO DOS TRABALHADORES DO DISTRITO FEDERAL (PT/DF), na reunião de sua Comissão Executiva Regional, aprovou a realização de uma série de atividades  com objetivo  de mobilizar a militância perante o quadro político atual e a situação defrontada pelo Governo do Distrito Federal. Estão em programação debates, plenárias, distribuição de jornais, encontros e reuniões com integrantes do GDF,  dos movimentos sindicais e populares, com partidos aliados e progressistas, em especial aqueles que participaram da coalizão que levou Agnelo Queiroz ao Buriti. Tarefas serão desempenhadas pelos e pelas Dirigentes Regionais que comparecerão aos Diretórios Zonais com objetivo de mobilizar os filiados e filiadas do Partido. Haverá divulgação de jornais com os pontos de vista do Partido sobre os últimos acontecimentos locais e nacionais. A programação começa neste sábado (5), às 9h, no Espaço Cultural H2O, na quadra 102, conjunto 03, loja 02 do Recanto das Emas.

     O Fórum de Presidentes Zonais marcou  uma grande atividade com os filiados e as filiadas: a PLENÁRIA DA MILITÂNCIA PETISTA, DIA 16 DE MAIO, À NOITE, NA SEDE DO SINDICATO DOS BANCÁRIOS, NA 515 SUL, quando será debatido o papel da militância na conjuntura atual. No entanto, para que surta o efeito desejado e seja de fato um MAIO VERMELHO, necessário se faz a inserção nestas atividades do próprio Governador e de seus auxiliares diretos, principalmente aqueles filiados ao Partido dos Trabalhadores. Estas iniciativas foram adotadas tendo em vista que as programações de atividades com a militância e membros do Governo não tem regularidade. Inclusive, houve uma conversa com o Secretário de Saúde que, programada, foi desmarcada na última hora. Tendo muitos militantes comparecido, estes receberam de surpresa a notícia da não realização do encontro, sem data nova marcada para ocorrer.

     Se não houver, por parte dos membros do Governo, uma ação programada e cumprida neste sentido de proximidade, quase nenhum resultado terá o esforço do Diretório Regional e dos Zonais. Por isso, julgamos essencial que haja comprometimento dos membros do Governo Agnelo Queiroz com estas programações, com destaque ao descastelamento de Bege, Paulo Tadeu e do Governador e que haja a interlocução direta com os militantes sociais e partidários.



Brasília viveu a maior crise política de todos os tempos. E sofreu na carne com isso.

Opinião

Conquista ameaçada
Policarpo faz uma reflexão sobre as conquistas da classe trabalhadora brasileira
Livros, Cavalos e Flores: Memórias de Abril
"Abril parece ter o poder de confluir acontecimentos históricos relevantes para ...

Mais lidas